Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

19 fevereiro 2008

Improviso!


... e o alaranjado dos pés havia subido até a cintura. Deu-se conta de que tinha escolhido o laranja quase como um escudo protetor. Intuitivamente! Estacionou-se no balcão de entrada ... aquele que ela havia chamado de canto amarelo. As conversas já haviam se iniciado ... recolheu-se a sua tardia chegada. Mais do que de repente lhe dirigiram os olhos e a fala. Perguntaram-lhe se havia trazido o objeto cêncico combinado. Calmamente ela disse: sim! E os olhos curiosos do começo lhe questionaram sobre o que era! Respondeu-lhes ainda que meio a contra-gosto: um colar!

Sim, sua escolha havia sido planejada ... ela bem se lembrou que aquele colar de pérolas amareladas comprado num brechó poderia lhe trazer um bem em cena. Não queria apresentá-lo antes do seu momento. Seria o segundo!
Percebeu que sua presença já havia provocado curiosidade ainda que momentânea. Nem chegou a respirar mais profundamente ... simplismente mudou de assunto e os envolveu com outras frivolidades cotidianas. Gostou do seu desapego: em outros tempos aquele comportamento aparentemente curioso já lhe tiraria do seu eixo .. ou, ela entraria (arregaladamente) no jogo ... ou, se anularia (lentamente). E, qualquer uma das duas opções lhe afastaria de si. Ela ja havia lhe abandonado em outros tempos! Não queria percorrer mais nenhum dos dois caminhos anteriores ... queria estar consigo mesma ... acompanhar-se generosamente.
Viu-se mais alinhada em seu próprio eixo.

As 19:15 tudo começa no centro da caixa preta. E, lá ... ela se joga inteira novamente. Seu colar de pérolas lhe encaminha pr´um rico improviso e ela se cumprimenta por não desistir ... por deixar-se ir ... inteiramente. Os desafios do deslocamento em diferentes planos com alteração do estado da personagem haviam sido poeticamente construído ... mesmo em meio à loucura. Bolinhas coloridas! Absurdos na mente ... coisas de antes se tornam as coisas de sempre. Percebeu que tudo que já escreveu, sentiu, viveu se transformou numa massa só dentro e fora de si. Viu seu percurso percorrdio por todos. Eram 11. Viu outras e novas possibilidades. Tão rico aquele momento ... cheio de si (s).

Um terço! ... aquele colar de pérolas havia se transformado numa espécie de terço pra si!
Elevou seus olhos ao alto ... da caixa preta e pediu inspiração. Porque depois de um lindo dia ... vem um outro dia! E é o inesperado que ( por vezes) imobiliza!
Contentou-se com seu momento presente e tentou aliviar a pressão do que se foi e do que viria!

14 comentários:

jana disse...

Humm! Que lindo, adoro teus textos, tens que escrever: livros ou peças, tanto faz, o talento dá... e sobra.Saudades!!

Bel disse...

Heeeehhhh!! Ela voltou!
Ai que bom! Tudo certo com teu computador, então???
Um beijo,
Bel.

jana disse...

Tudo certo! Sabia que seria assim, porque queria que assim fosse.
Beijo!!!

Jana disse...

Uau! Teu blog já tem mais de mil acessos, que legal!! Tá bombando!!!
Parabéns!!!!

Jana disse...

Ha! Há pouco tava 1008, isto me lembrou alguma coisa do passado! Tempos de continente. A vida passa num piscar de olhos, nénão?!
Beijos maninha!!

Bel disse...

Jana...metade s�o meus!
Entro e saio ...daqui...e de mim!
Bem sabes...
Nem me importo com isso porque no fim...s�o s� voc�s que est�o comigo...em mim! Somos um c�rculo de poucas ... mas sabemos brincar de roda!
Um beijo....
Sinto saudades.
Bel.

Bel disse...

1008???? Quando li não lembrei...agora que digitei me veio de lá o resgate...
A casa rosa? É?
Jura?
Outro beijo, querida.
Bel.

Jana disse...

Sim, a casa rosada. Tava bom pra ser casa de bonecas né? Bom, mesmo assim nos divertimos!
Mesmo sendo nós, fazendo vários acessos por dia, como bem disse a Cris de Bourbon no blog dela, é um número considerável. E como a vida tem que ser uma festa vamos celebrar! Os 2 anos e 2 meses do Xuxu, os 1000 acessos, meu quase um ano de sonho realizado! Viva! viva!! viva a vida!!!
Um abraço, bem saudaoso e apertado.

Bel disse...

Ai...
Dia de festa mesmo... especialmente teu e do Xuxu. É mesmo, Jana. Já faz quase 1 ano de vida profissional.
Ô querida...tu é que mereces meus parabéns. Sinto tanto orgulho de ti ... por ti.
Um beijo e um abraço estalado.
Bel.

Jana disse...

Meu níver profissional almejado é hoje, será lá pelo final de tarde, agora só falta dois anos para a efetividade, vamos torcer!
Obrigada viu Belzinha!!
Beijãozão!!!

P.S. come um bolinho por mim, se fores em algum café hoje. Eu vou comer um docinho também, afinal, em dia de festa ninguém vai se importar.

Bel disse...

...Vou lá no Couer agora e comerei um pedaço gosotoso de torta de morango e cantarei parábéns pra minha DR.favorita.
Adorei teus recados...todos.
Um beijo, Bel.

Jana disse...

Humm! escolheu o sabor perfeito!! Eu acabei de comer um doce de leite mineiro, presente de uma pupila minha. Sou chique né?!
Beijos Queridíssima!!

Daniella disse...

Lindo Bel!! Não sei ao certo sobre o que escreve, mas sempro viajo no txto.... muito bom, muito lindo!!
Bjins, Dani.

Bel disse...

Dani...você é uma QUE-RI-DA...sabias? Acho que tu és uma das que mais me entende por aqui...mesmo sem saber muito (ainda) de mim.
Um beijo carinhoso,
Bel.