Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

07 novembro 2008

E, ela foi dançar


Foto: Janinha

Ela escutou aquela música que a envolveu desde o metatarso. Veio vindo em ondas e tudo que ela queria era dançar. Ensaiava os movimentos por dentro. Mexia-se sentada e dançava com os ombros, a cabeça e as mãos que pareciam querer voar. O notebook apoiado sobre as pernas. Ela na casa da mãe dela, ela e sua flor a lhe rodear. Ela sentada na cadeira de balanço que foi fixada pra não fazer barulho, pra não embalar: contradição. E a música ocupou o espaço do barulho do vento. Chovia e ventava. Vento (quase) Sul em Floripa. E o som veio da caixinha de música dele * ...*. Levou-a pra dançar.

Lembrou-se: sempre que ela dançava parecia chocar! Pensou que a liberdade poderia mesmo aprisionar. Dançava pra se libertar, pra se encontrar, pra se esquecer e poder levitar. Era um momento que não pensava em nada, nem em si. Ia ... e parecia que nunca mais retornaria. Como pipa no céu azul que baila desde a rabiola. Que aparece frenética no espaço do vento ... empunhada pelo punho que guia a linha pra lhe fazer soquear no ar....

*... *Gui é um querido colega que dá vida ao Projeto Coletivo. Um artista de fato, com múltiplos olhares que tentam contornar o mundo para poder colori-lo com cores suaves. Tem uma delicadeza no jeito de ser e de dizer. Se ficaram curiosas (os ?) indico o blog dele NÃO CONTÉM GLÚTEN (nome criativo como ele é). Por lá ele abre sua caixinha de música. Músicas daquelas densas, intensas, pulsantes, dilacerantes. Músicas que são apresentadas em tom lúdico: uma conversa. Ele estabelece diálogos. A música que me fez levitar é "Anyway You Choose To Give It" do álbum The Black GhostsThe Black Ghosts que leva o mesmo nome da dupla (sim, parece que é uma dupla, não é, Gui?) Vale a pena passear por lá! Se você gosta de música boa, dê corda na caixinha de música do Gui que está aí do lado ... adicionada entre os meus favoritos (as).

10 comentários:

gui disse...

que alegria tudo isso.
fico muito feliz ao receber esse tipo de retorno sincero. =)
e o episódio da camisa vermelha foi muito bacana.
grande beijo!

Biana França disse...

Bel, linda, dançante, pulsante...
Grande beijo

Nina disse...

amei a foto! o movimento do vestido, dos cabelos e das palavras...
to indo conhecer o gui :)

beijinhos!

Ana Ventura disse...

Ah mulher!
Queria largar tudo, tudo para me deixar levar leve numa dança... Dança contigo, dança comigo, dança com quem quiser dançar...
Estou séria demais...
Ando bem ocupada, mas com coisas boas também, olha só as fotos que coloquei de Jean-Yves! Continua lindo, cheio de amor! Não é que achou um novo amor? Uma catarinense como você, um mulherão!Até me senti pequena perto dela! Sorte a dele, não é?
Uma amiga me acompanhou, lembrei-me de você, ela também ficou encantada, batizou e disse que agora sou sua madrinha! Muito querida a Cristina... Não podia deixar de lembrar de ti!
Beijos no coração!
Ana Liliam

Ana Carolina disse...

Ahhhh, como eu queria largar tudo aqui e começar a dançar, sem compromisso...a rotina nos faz tão sérias às vezes...

Bel, é vc na foto???? Se for, QUE LINDAAAAAAA!!!!! Tô passando mal com esse vestido e esse sapato... e o penteado então? Lindos, lindos, 10X lindos. As cores, tudo. Ai, queria taaannnto poder usar um saltão assim :)

Uma beijoca!

Lilian Glaisse disse...

que lindo o vestido!!!
amei!!
e cadê o corte?? Bel Maria, não vale! tem que cortar DE VERDADE!!! rsrsrsrs

beijocas, dançarina das palavras!

Elga Arantes disse...

Dançar... Sou suspeita para falar de dança. Dancei ballet/balé por 16 anos e só parei por conta de um acidente. Daí, descobri na música e nas letras, paixão lapidada. Uma coisa não vive sem a outra, não é?

Vestido maravilhoso!!!

Beijos, Bel.

Salve Jorge disse...

Dança
Que a gente não cansa
De te ver passar
Muito mais balança
Enquanto você avança
Enfeitando o ar...

Bel disse...

Pessoas queridas:

Gui ... tua presença enfeita minha vida de lá. Saibas que estás acomodado na palma da minha mão até o dia que quiseres por lá ficar. Um beijo,

Biana,
Em pensar que nosso encontro se deu a partir de uma dúvida: teu blog. E hoje tens espaço até pra ficção. Saiba que a beleza que vês está em ti. Sempre doce por aqui,
Um beijo estalado,

Nina e sua vida que vêm lá de longe. Sempre delicada e poética.
Bom te ver mais por aqui.
Um beijo,

Lilian e sua espiritualidade envolvente. Sua generosidade e amizade sempre me tocam a alma inteira. Um grande beijo,

Ana sou eu ... sim. É um pedaço grande de mim esse que se deixa embolar dentro do vestido. Lindo esse vestido ... mesmo. Meu predileto.
Bom saber que insistes em passear por aqui. Sempre cheia de coisas boas pra digitar. Imagino quando for falar. Espero.
Um beijão,

Lilian e seu humor pontual. Essa foto é de tempos atrás. O cabelo continua Maria, sim. Não sou ousada como és.
Beijos,

Elga a artista de olhos curiosos, de jeito ligeiro, de força e coragem. Uma bailarina? Que linda!
Vens pra Curitiba...poderíamos nos ver...eu adoraria.
Um beijo afetuoso,

Salve Jorge e sua vida poetisada, seu jeito complementar. De passagem quando chega diz. Sabe dizer. Agradecida.
Um beijo,

Bel.

Fiona de Bourbon disse...

Voltei, voltei, voltei. Quer dizer, mais ou menos. Ainda doidinha, sem tempo, mas querendo dizer que tô por perto e não te largo.

beijooooooo