Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

13 janeiro 2008

NO VERÃO.....UMA DAS NEVES SEMPRE EM MIM!


Pra lembrar das oposições....
Pra lembrar que a vida gira....
Que a natureza se revela à seu tempo....
Que tudo tem um tempo ritmado pelo Divino....
Que do branco vem a luz e que toda luz se irradia em movimentos....
Pra lembrar da neve que esfria e se derrete ao seu tempo....
Pra lembrar que sou "Das Neves" no nome e na forma de ser.

2 comentários:

Jana disse...

Opa! esta mensagem hoje está bem adequada a mim, também das Neves, minha Querida irmã! Sabe, hoje tô derretidinha!
Verto água, pelo vento forte que soprou e levou uma preciosidade para um local fora do alcance das mãos... e que daqui a pouco, levará um pouquinho mais adiante, para um local um tanto distante e mais frio que aqui em dias de vento sul da nossa terrinha.
Formo uma lagoa, pelo intenso calor do amor que tenho em meu coração, por vocês e por ele. Mas o tempo, será amigo do vento e este em retribuição fará os dias andarem mais apressados, na companhia de vocês, imprescindíveis. Porque ele também gosta desta Neve, que vos fala, vai fazer a água em que me transformei, se incorporar ao RIA(L)cho, que é a tradução do nome dele.
Beijos Beldas!
Saudades de ti!!
Jana.

Bel disse...

...só posso dizer que queria te ler também...Janinha, querida.
Tens tanta poesia na escrita que sei que ela já invade tua vida também. É o amor que dá o tom.
Chorei...e isso já diz tudo!
Um beijo,
Bel.