Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

03 março 2008

Conta-gotas ...

... sentiu um pulsar à mais! Era uma dor latente que já a acompanhava por uns dois seguidos dias. Sempre sentiu dor e havia resistido bem a maioria delas. Mas aquela dor havia aumentado de tamanho ... espremia seus olhos e sua face guardou uma espécie de volume percebido no alto da testa. Franziu-se um pouco mais. Nenhum dos (três) comprimidos havia feito efeito e decidiu procurar ajuda. Depois de alguns protocolos ... aliviou-se. Viu uma transparência brincar de correr por dentro de sua veia (a maior delas) ... aquela bem azuladinha. Um conta-gotas se esvaziava enquanto lá por dentro o líquido corria. Exatos 30 minutos e tudo foi se diluindo...dentro e fora de si. A brancura foi se indo e uma cor pálida pareceu colorida.
Os olhos dele lhe visitaram por várias vezes. E nesse zigue-zague ... os olhos dela, por vezes, encontravam com os dele ... e a ternura os rodeava em meio a dor.
A sala foi ficando branca ... como antes. Já havia luz ... o escuro se (re)fez.
Eles sairam de mãos dadas e isso já (sempre) era meio caminho pra cura.

8 comentários:

Anônimo disse...

Bel...estavas dodoi? Fiquei preocupada agora...

beijoooo
cris de bourbon

Anônimo disse...

O que houve???

Olha..adoro seus passeios pelo mue blog!!!Adoro!!!!!!!!Beijos!

Marina

jana disse...

AH, coitadinha! Ela teve enxaqueca de novo, essa foi brava heim? Que bom que procurasse ajuda.
Muita saúde!!

Bel disse...

Meninas...foi uma dor violenta mesmo...daquelas de derrubar e quis registrar aqui...como tudo que se passa em mim. Estou melhorando ...ainda. Suas visitas me acarinharam...como sempre.
Beijos, queridas.
Bel.

Daniella disse...

Bel, foi sobre uma dor de cabeça?
Até para falar sobre isso você consegue ser poeta e nos passar uma beleza... incrível...
Sou cada vez mais sua fã...
Melhoras e fique com Deus!
Bjins, Dani.

Bel disse...

Dani...que assim seja!
És um encanto!
Um beijo, Bel.

Dama disse...

Bel seu texto está lindo, como todos os outros, aliás.
Como disse a Dani vc consegue por poesia até na dor. Lindo!!
Desejo que vc se recupere logo.
Beijo grande e carinhoso.

Bel disse...

Dama...ainda estou caidinha! Mas tua presença me fez um bem...à mais!
Voltarei a ativa...em breve!
Um beijo carinhoso.
Bel.