Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

18 março 2009

Uma coragem ... pra ela!

Toda proposta traz em si riscos. E, ela sempre corria riscos. Como um palito de fósforo bem seco e pronto pra sua função ela acendia-se em frações de segundos: internos. Olhou ... tentou aquietar seu insistente desconforto inicial. Um fio de seu cabelo lhe fez girar ao redor daquela cena. Como girava o fio por entre os dedos ... ela também girou ao redor daquelas duas cadeira de cena. Quando o fio rompeu ... sua elasticidade se deu. Olhos nos olhos e a procura de algo significativo ... concreto ... real. Era essa a proposta, não era? Chamou-a pra cena ... chamou-se antes de qualquer um. Vieram uns olhos densos, vieram uns gestos historicizados pelo costume, vieram umas bocas que sussurravam meias-verdades. Mas, aos poucos vieram. E no final de tudo a sensação do desgaste: necessário? Pra maioria ... não! Um desperdício pra muitos, uma insistência pra alguns, uma intoleância pra poucos. Mas pra ela ... uma coragem. De ser ... de se deixar em desconforto, de provocar desconfortos ligeiros. Coragem! Nada mais que coragem!

3 comentários:

Chris Spode disse...

corajosa e queria bel!! vou roubar as fitas com seu exercício, para dar uma espiada em tamanha coragem - e a sempre confiável entrega.... esses meus dias de aniversario (pq expectativa prévia e absorção póstuma tbem contam) foram intensos, e vc, com sua luzinha interior, e a q se acendeu em meu quarto com seu presente, tornaram tudo melhor!!
beijos querida!!!

Renata disse...

Quem não corre risco não vive. Tenho um tio que sempre diz isso. Acho que quem não tem coragem, não corre risco, não se põe em desconforto, não busca. E é quando a busca acaba que a vida se torna fria...E deixa de ser vida...

Beijo, Bela Bel!

Obs: Adorei a foto embaixo com o arco íris!!!!!

Bel disse...

Chris... a coragem auto-sustentada não vem de lá ... dos imporvisos filmados, não! Vem de outros cantos ... de outras experiências de lá, sabe?
De toda forma ... teu interesse por mim, pelas coisas que vivo sempre me emocionam... Agradeço-te.
Um beijo, Bel.

Renata... ofereço o abraço com cenário de arco-íris pra ti ... que sempre me colore e vê belezas.
Um beijo, querida.
Bel