Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

30 julho 2009

Da rotina à doçura

Pensava que ela iria se esquecer. Esquecer de si. Esquecer do que sempre foi e do que prometia ser.

Esquecia-se cotidianamente.

Mas, em dias assim: cinza claro, nuvens pesadas, vento médio, gramado molhado, casa desorganizada e um tanto de melancolia apertando o peito ... em dias assim, ela se forçava a acreditar na imagem que havia criado sobre si. Reflexos de conquistas? Fechava os olhos e respirava pra se aliviar. Entre suspiros e olhos fechados não havia nenhuma música. Era só ela e seu silêncio. Insistiria em acreditar que retornaria: confiante, segura e doce. Era da doçura ... era dela que mais sentia falta. A doçura nela, a doçura oferecida pra ela. Esqueceria do amargo daquele momento. Invenção? Esqueceria da certeza que nem tinha. Esqueceria de todo dissabor na tela. Esqueceria daquele início de desamor: auto-desamor. No alto do seu momento-auto ....

Lembrou que seu café amargo era sempre acompanhado por um doce. Ela faria isso consigo: acompanharia-se docemente. Pediu no Couer um café com leite amargo e um pedacinho de tortinha de limão. Na volta ... sustentou-se sobre seu salto cinza. Caminhou apoiando-se sobre si. Ilusão ... a vida era mesmo assim: seria ela e sempre ... ela. Defendeu-se: auto-centrada voltou a desfilar.

4 comentários:

Fiona de Bourbon disse...

Ai, Bel! Queria tanto entender o que se passa. Tá tudo bem, né?

Um abraço apertado,
Cris

Chris Spode disse...

ohh querida...
não se desanime. e não deixe nunca q o desamor te alcance. Vc, q é só doçura comigo e com quem te cerca... compartilhe um pouco disso com vc mesma (e agora, parece os conselhos mais q sábios q vc sempre me dá). E tudo ficará mais fácil de lidar. Sei q vc deve estar frustrada com várias coisas, mas não deixe q isso te faça perder o tesão por tudo, ok?
beijos querida!! e vários esmagos depois!

SGi/Sonia disse...

Doce e amargo.
Vem mais passa viu?
E esses dias sem sol por aqui que não ajudam em nada não é?

Belzinha, tenho novidades para agosto:) estou feliz, qualquer hora vou te ligar pra contar, o seu número não mudou né?
Pedro manda beijos molhadinho pra Tia Bel e Caio fica só olhando.

Beijins:*

Bel disse...

Cris ... princesa,
Sim está tudo bem ... tempos de questionamentos internos, meus. Tempos de investigação sobre a Vera que é minha personagem nesse projeto que venho participando. Início de filmagem e uma certa disritmia em mim! Coisas ... bem sabes como somos: femininas.
Um beijo grande e agradeço teu interesse, querida.

Chris ... tu estás mais por perto. Presencialmente perto. Sabes me ver pelo primeiro olhar. São todas as coisas misturadas. Minha eterna tentativa de encontrar respostas. Artísitcas também. Não é frustração, querida. O que se passa é um certo desconforto com coisas essenciais. Mas sempre será assim ... em mim.
Esmagos pra depois ... ao vivo!
Um beijo, Bel.

Soninha ... não faça assim, querida. Conte-me logo. Sim ... meu número é aquele mesmo. Vou te enviar por depoimento no iogurte.
Olha... estou fora na maior parte do tempo porque iniciamos a gravação. Entro e não sei que horas saio ... provavelmente avançaremos madrugada a dentro ... então. Vou tentar te ligar...pra saber de ti e de tudo por aí. Depois do dia 20 ... estou livre. Vamos marcar nosso café, não é?
Um beijo molhado pra todos ... como o beijo que o Pedro mandou.
Saudades,
Bel.