Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

31 março 2013

A honestidade depende de mandíbulas alongadas

Nem tudo que dizia parecia fácil de se ouvir. Bem sabia .... desconfiava que suas mandíbulas tinham vida própria e exigiam articular palavras inteiras em dias de explosão. Nada grosseiro, nenhum palavrão, nada de gritos com socos acompanhando a projeção de pequenas frases. Não era afeita desses feitos agressivos. Tinha toda a agressividade no olhar, no jeito de olhar para o que lhe feria. Tinha pupilas pequenas coloridas pela cor de mel, mas em dias de fel sabia que os três pontos pretos sinalizados no centro da retina tomavam conta do olhar inteiro. Dos dois, até daquele que nenhum ponto preto tinha! A negritude da força sombria lhe cegava e vinham as tais palavras escritas em tons de cinza. Uma à uma. Sabia porque dizia. e se dizia era porque lhe vinha das entranhas. Tratava-se de honestidade, apenas. Era honesta com o que sentia e isso lhe fazia ser inteira quando poderia ser meia. Meias palavras! Teria que aprender a dizê-las ... Pra ser mais confortável em dias sociais. Pra dias em que as convenções exigem meios sorrisos, meio olhar (só com um olho), meio beijo (aquele que só faz barulho e não atinge a bochecha com vontade), meio elogio, meia crítica. Metades .... Coisas de fora, coisas enfeitadas pra não rasgar e penetrar na verdade, pra não ser indelicada, pra não ser .... E resolveu se afastar ... antes nem estar pra não precisar se calar, ou inventar, ou disfarçar! Antes de tudo deveria haver a vontade de saber o que se é, porque se está, pra que persistir! Se isso era pra ser depois ... anteciparia. Anteciparia a fala concreta, alongaria as mandíbulas enquanto cantasse, pronunciaria cada palavra numa leitura em voz alta. Ela se economizaria .... nenhuma palavra seria desperdiçada .... Só as que pertenciam aos seus, as suas .... aqueles que lhe ouviriam depois da permissão que foi assinada desde o dia em que se reconheceram como amigos, como amigas. Estes, sim! Estes lhe cabiam dentro da boca: inteiros, sem ser dois meios. Estes tinham o meio de adocicar, de aquietar, de lhe fazer ninar!

Nenhum comentário: