Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

Casa di Bebel ... Rabiscos sem papel

05 maio 2010

Porque há poesia

Ele e "eu" na Torre Eiffel

6 comentários:

Fiona de Bourbon disse...

Vim aqui quebrar meu recesso de blogs so pra te dizer o quanto eu achei essa foto mooooorta de linda. Fiquei emocionada! Que declaração de amor mais fofa de se ver, Bel. Quando Tujú voltar, dá um aperto bem grande nele. Ele merece! Fazia tempo que eu não via uma coisa assim tão bonita...

beijo saudoso,

Cris

Bel disse...

Princesa ...

Andei meio distante dessa virtualidade .. menos que você ... pelo que vejo.
Mas ... hoje ... depois da tua visita e do teu olhar sobre o meu mundo ... sobre a poesia do Tujú ... percebi que sinto saudades tuas. Que sinto saudades do ano passado, das nossas descobertas, das nossas fofocas virtuais e da nossa existência.
Espero que estejas bem ... saltitante! Adorei a surpresa!

Um grande beijo,
Com carinho,

Bel

Cirandas da Vida disse...

Bel...
Me emocionei com tamanha declaracao de amor...
Olhar o amor atraves dos olhos de Tuju.. foi uma linda experiencia!!

Que sejam sempre unidos em laco!!

Lindos...

bjus.. minha querida dinda!!!

Bel disse...

Vivi ... eu vejo e sinto o que descrevestes!
Tomara mesmo ... que o amor sobreviva sempre. Em mim ... em nós enquanto for bom.
E tudo que te desejo ...
é o AMOr cheio de enfeites e laços multicoloridos.
Um beijo, querida,

Bel.

Marcos Satoru Kawanami disse...

essa torre é bonita, é em São Paulo?

Bel disse...

Pela graça, SR. Kawanami, já merece meus cumprimentos.

Bel